CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »



terça-feira, 18 de agosto de 2009

Vazio

poemas

Algo faz falta em mim
Como uma nuvem que se desfez
Um dia que escureceu
Uma estação que passou
Um sonho que não se sonhou

A solidão nem fere tanto
As mágoas são esquecidas
Diante desse vazio imenso
Nem o frio é tão intenso
E o inverno aos poucos se vai

Acho que me acostumei
A fria existência é como um filme
Que se repete em sessões escuras
Com ele, vão as amarguras
Os calos, o desconforto

Mas algo foge de mim
Eu sinto que não me pertence
No tédio a que mergulho
Na solução que procuro
Não sei o que fazer

Algo está vazio, sem sentido
Tudo é estranho, sombrio
Como tudo em minha volta
Saio, olho a rua, nada vejo
Não sinto vida além da porta

Autor Desconhecido.

Visualizações deste post: counter

4 comentários:

Ana Lucia Nicolau disse...

poema bonito, mas, que reflete a trsteza de pessoa que se sente só

amigodcristo disse...

legal ese poema Dani sei muito bem o que é se sentir vazio ,, ja experimentei muitas vezes do amrgo fel que a sloidão traz,, mas prendi que solindo so entra onde ela e permitida, e ´so permanece onde ha espaço para ela,, mas sempre peço a DEUS que elevisite a todos que se encontram nessa melâncolia,, é muito trsite... paz amiga !!

Principe Encantado disse...

"Mas algo foge de mim
Eu sinto que não me pertence
No tédio a que mergulho
Na solução que procuro
Não sei o que fazer"
Muito lindo, parabéns
Abraços forte

Ivan Ferreira disse...

Lindo Poema Dani !

Seu blog é show !

Parabéns ;)

Blog Widget by LinkWithin
 
BlogBlogs.Com.Br BlogBlogs.Com.Br Poetry Blogs - BlogCatalog Blog Directory
Central Blogs