CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »



sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Hoje Encontrei Seu Cão

Photobucket

H
oje encontrei seu cão. Não, ele não foi adotado por ninguém. Aqui por perto, a maioria das pessoas já têm vários cães; aqueles que não têm nenhum não querem um cão. Eu sei que você esperava que ele encontrasse um bom lar quando o deixou aqui, mas ele não encontrou. Quando o vi pela primeira vez, ele estava bem longe da casa mais próxima e estava sozinho, com sede, magro e mancava por causa de um machucado na pata. Eu queria tanto ser você naquele momento em que parei na frente dele. Para ver sua cauda abanando e seus olhos brilhando ao pular nos seus braços, pois ele sabia que você o encontraria, sabia que você não esqueceria dele. Para ver o perdão em seus olhos pelo sofrimento e pela dor por que ele havia passado em sua jornada sem fim à sua procura...

Mas eu não era você. E, apesar das minhas tentativas de convencê-lo a se aproximar, seus olhos me viam um estranho. Ele não confiava em mim. Ele não se aproximava. Ele virou as costas e seguiu seu caminho, pois tinha certeza de que esse caminho o levaria a você. Ele não entende que você não está procurando por ele. Ele só sabe que você não está lá, sabe apenas que precisa te encontrar. Isso é mais importante do que comida, água ou o estranho que pode lhe dar essas coisas. Percebi que seria inútil tentar persuadi-lo ou segui-lo.

Eu nem sei seu nome. Fui para casa, enchi um balde d'água e uma vasilha de comida e voltei para o lugar onde o havia encontrado. Não havia nem sinal dele, mas deixei a água e a comida debaixo da árvore onde ele havia buscado abrigo do sol e um pouco de descanso. Veja bem, ele não é um cão selvagem. Ao domesticá-lo, você tirou dele o instinto de sobrevivência nas ruas. Ele só sabe que precisa caminhar o dia todo. Ele não sabe que o sol e o calor podem custar-lhe a vida. Ele só sabe que precisa encontrá-lo. Aguardei na esperança de que voltasse para buscar abrigo sob a árvore, na esperança de que a água e a comida que havia trazido fizessem com que confiasse em mim e eu pudesse levá-lo para casa, cuidar do machucado da pata, dar-lhe um canto fresco para se deitar e ajudá-lo a entender que agora você não faria mais parte de sua vida. Ele não voltou aquela manhã e, quando a noite caiu, a água e a comida permaneciam intocadas. Fiquei preocupada. Você deve saber que poucas pessoas tentariam ajudar seu cão. Algumas o enxotariam, outras chamariam a carrocinha, que lhe daria o destinodo qual você achou que o estava salvando , depois de dias de sofrimento sem água ou comida. Voltei ao local antes do anoitecer.


Photobucket



Não o encontrei.
Na manhã seguinte, voltei e vi que a água e a comida permaneciam intactas. Ah, se você estivesse aqui para chamar seu nome! Sua voz é tão familiar para ele. Comecei a ir na direção que ele havia tomado ontem, sem muita esperança de encontrá-lo. Ele estava tão desesperado para te encontrar, que seria capaz de caminhar muitos quilômetros em 24 horas. Algumas horas mais tarde, a uma boa distância do local onde eu o havia visto pela primeira vez, finalmente encontrei seu cão. A sede não o atormentava mais. Sua fome havia desaparecido e suas dores haviam passado. O machucado da pata não o incomodava mais. Agora seu cão está livre de todo esse sofrimento. Seu cão morreu. Ajoelhei-me ao lado dele e chorei por você não estar aqui ontem para que eu pudesse ver o brilho, por um instante sequer, naqueles olhos vazios. Rezei, pedindo que sua jornada o tenha levado àquele lugar que acho que você esperava que ele encontrasse. Se você soubesse por quanta coisa ele passou para chegar lá...

E eu sofro, pois sei que, se ele acordasse agora, e se eu fosse você, seus olhos brilhariam ao reconhecê-lo, ele abanaria sua cauda, perdoando-o por tê-lo abandonado.



Photobucket

Visualizações deste post: counter

12 comentários:

Felipe disse...

Simplesmente tocante.
Parabéns!
Abç
Felipe

Jucifer disse...

linduuuuuuuu!!!
eu naum entendo como exitem pessoas capazes de abandonar seres tão maravilhosos
como dizia meu prof de banho e tosa
quer mesmo conhecer um homem
pergunte a ele se ele gosta de animais
acho q meu prof tava certo
bjim

Alexandre disse...

Oi Dani, tudo bem com vc,primeiramente vim agradecer pela vizita em meu blog é, agradecer pelos elogios muito obrigado, quando quiser vizitar fique a vontade´tá, se tiver alguma sugestão para tar melhorando o blog e novas postagens, estou disponivel a ouvir para sempre esta melhorando o blog aos vizitantes, uma ótima semana um grande beiju.

raioX - da Tin disse...

Uma realidade triste... , me tirou lágrimas.

Anônimo disse...

Nossa da ate vontade de chorar.
Acho que todos deverim ler isso pois assim eles iam ver que não é so por que é um animal que ele não sente. Pena que muitas pessoas ainda sao muito imaturas para reconhecer isso.

Anônimo disse...

Eu tinha um cachorro muito semelhante a esse que sumiu (junho, 2008) na rua da minha casa quando perseguia uma cachorra acompanhada de outros cachorros. E é emocionada que venho a digitar esse texto pois ele sumiu e em seguida minha enteada de apenas 11 anos faleceu. Foram duas perdas seguidas... mais o que me consola é imaginar que ele pode ter tido um destino diferente desse cãozinho, no qual você Dani se refere.

Nem sempre quando um animal esta nas ruas é porque seu dono o abandonou... por trás de uma imagem sempre haverá várias histórias!!

Thayane Almeida disse...

oiee adorei seu blog =) otimos textos, seguindo vc amore, vem conhecer meu blog tb, te agradeço muito, beijinhos e obrigada.

http://girlscosmetic.blogspot.com/

Ione Viana disse...

Muito bom o blog Parabéns!!!
Que Deus continue lhe abençoando!Bjussss!!!

Participe também deste blog http://poeartes.blogspot.com.br/

e deste também:
http://gospelcantinhodaione.blogspot.com.br/

Dídimo Gusmão disse...


Quer ter 1 Milhão de Visitas em seu site?
Este serviço é oferecido totalmente gratuito e possibilitará a você ter até 1.000.000 de visitas ou mais em seu site. Trata-se de um Sistema de Marketing Viral 100% automatizado. Não perca tempo e cadastre-se!

http://www.1000000devisitas.com/?id=4113

Mary disse...

Oi passeando no seu blog bjos!

Carlos Siqueira disse...

Nossa, fiquei todo arrepiado! Tenho um cãozinho que amo demais e não me imagino longe dele.
Seguindo.

Loira26 disse...

Oi!
Estou visitando alguns blogs. O post tocou meu coração. Adorei.
beijokas

Blog Widget by LinkWithin
 
BlogBlogs.Com.Br BlogBlogs.Com.Br Poetry Blogs - BlogCatalog Blog Directory
Central Blogs